whats 54 9 9111.8810
Menu

Quem Somos

Somos um grupo de amigos reunidos com objetivo do estudo e vivência da Doutrina Espírita em sua base fundamental, que são as obras do educador e filósofo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, mais conhecido pelo nome de Allan Kardec.  Da soma dos esforços do grupo, sem visar fins lucrativos, nosso ideal é de compromisso com as bênçãos do saber espírita e de compartilhar este conhecimento com todos que verdadeiramente se interessam pelas luzes advindas de sua ciência, filosofia e moral. Nobres ensinamentos que visam preparar cidadãos conscientes, humanistas, pacíficos e altruístas para as sociedades do futuro; valores estes bem delineados e bem definidos nas páginas iluminadas e imperecíveis do Evangelho de Jesus – O  Homem de Nazaré.

Nosso patrono é o inestimável professor J. Herculano Pires, homem de integridade notável e uma visão além do seu tempo. É considerado o maior escritor espírita brasileiro e um polímata por excelência. Teve uma ampla e intensa carreira profissional ao longo de sua vida. Foi jornalista, poeta, tradutor, professor, escritor, filósofo e respeitado conferencista espírita. Sua atuação através de trabalho dedicado na disseminação, promoção e defesa dos princípios da Ciência Espírita em sua base kardeciana, dentro e fora do movimento espírita, é a marca indelével do seu espírito de luz, deixada em benefício da humanidade.

Nossos estudos e as atividades da prática mediúnica são desenvolvidos rigorosamente com base nas obras da codificação reunidas por Allan Kardec. Obviamente que para desenvolvê-los faremos também uso de uma ampla literatura espírita, seja ela clássica ou moderna. Todavia, referimo-nos aqui à inúmeras obras que surgiram antes, durante e após o advento da Ciência Espírita que nos foi revelada sob a égide do Espírito da Verdade e organizadas pelo Mestre de Lyon; obras essas que reconhecidamente contribuem para um melhor esclarecimento e desenvolvimento dos princípios estabelecidos no corpo da Doutrina Espírita. Esses princípios encontram-se absolutamente atualizados e dispensam quaisquer tentativas gratuitas de atualizações como pretendem muitos pseudo sábios dentro e fora do movimento organizado.

Estudamos o Espiritismo e suas relações com as diversas áreas do conhecimento e da cultura humana. Centramos os nossos estudos a partir dos aspectos científico, filosófico e moral religioso da Doutrina Espírita, sendo este último todavia, encarado em seu prisma de Religião em Espírito e Verdade, de que nos falou o Apóstolo João no capítulo 4, versículos 23 e 24 do seu evangelho. Como exaustivamente enfatiza em suas obras o nosso patrono, o Professor J. Herculano Pires, é este o caráter e a natureza essencial do aspecto de religiosidade do Espiritismo. Isto de forma alguma está vinculado a quaisquer características de sectarismo religioso, vinculação, formalização, filiação ou institucionalização dos princípios espíritas, os quais são por excelência livres de todas as imposições do formalismo humano.

Temos o maior respeito por todas as religiões e formas de expressões sinceras com ações no que é bom e justo, e ainda para com todas as iniciativas positivas de cunho filosófico, metafísico ou espiritualista de variadas matizes. Todavia, o GEEHP – Grupo de Estudos Espíritas Herculano Pires, tem como finalidade essencial e inarredável, o estudo aprofundado do Espiritismo e da Doutrina Espírita em seu aspecto tríplice, tendo porém como plataforma de base para esses estudos as obras do codificador Allan Kardec.

Neste sentido, aceitamos integralmente a orientação firme e segura do nosso patrono J. Herculano Pires, quando afirma em uma das suas preciosas obras espíritas, O Mistério do Bem e do Mal – Kardec e a Ciência Espírita, 3ª Ed., Correio Fraterno, 2008, o seguinte: As obras de Kardec são a única fonte verdadeira do saber espírita. Quem não ler e estudar essas obras com humildade e vontade legítima de aprender, não conhece o Espiritismo. Os que realmente estudam e compreendem a doutrina sentem-se humildes diante da sua grandeza e não pretendem passar por mestres, são colegas mais aplicados que apenas se esforçam para ajudar os companheiros de escola no aprendizado necessário. A obra de Kardec ainda não foi suficientemente estudada. A maioria dos espíritas estudiosos não conseguiu ainda penetrar na essência dessa obra, que não foi escrita para um século, mas, para muitos séculos. Infeliz daquele que pretende ser o mestre de todos. Na verdade é o cego do Evangelho que conduz outros cegos ao barranco. Precisamos ter muito cuidado para não entrarmos nessas filas de cegos ou nos colocarmos na posição ridícula de “cego a guiar cegos”.

Assim, não é parte principal dos objetivos do grupo e nem de seus membros a participação em debates sobre questões polêmicas que envolvam aspectos controversos, ligados aos mais variados campos de nossa cultura social bem como: sectário-religioso, político-partidário e nem ainda na seara filosófica, metafísica, espírita ou espiritualista. Isso tanto na sala física de estudos como em nossa vida pessoal e em redes sociais; evitando assim o perigo da desfiguração doutrinária através de confrontos vaidosos, infrutíferos e inglórios. O espírita tem deveres específicos que são os de fidelidade a Doutrina, evitando desvia-la de seu objetivo exclusivamente espiritual.

Da mesma forma não é objetivo do grupo iniciar  estudos em áreas distantes da doutrina, nem tampouco promover literatura voltada para elas, pois nossos esforços constantes serão no livre estudo da mesma, sem pretensões pessoais, mas também sem o receio de abordagem de seus pontos difíceis posicionando-se quando necessário for sempre em harmonia com a ciência, filosofia e moral espírita. Estudaremos todos os assuntos sob a orientação doutrinaria evitando assim possíveis mal-entendidos na interpretação de seus postulados originais. Para outros assuntos totalmente divorciados de nosso deveres espíritas, aludimos que cada colega e estudioso individualmente, deva investigar por sua conta aquilo que achar mais conveniente e salutar para o seu aprimoramento cultural e espiritual; todavia, evitando por todas as formas possíveis não confundir suas opiniões e interesses pessoais desconsoantes com as verdades contidas na doutrina dos espíritos.

Temos o mais profundo respeito por aqueles que têm convicções diferentes das nossas. Todavia, somos um grupo de ESTUDOS ESPÍRITAS de características e objetivos claros e absolutamente bem definidos e bem expresso nos itens acima.